Prefeito de Porto Alegre: final da Libertadores será teste para 2014

Portal Terra

DA REDAÇ O - O prefeito de Porto Alegre, José Fortunati, afirmou em seu perfil no Twitter que haverá um esquema especial de segurança para a final da Copa Libertadores da América, na próxima quarta-feira (18), às 21h50, entre Internacional e Chivas Guadalajara.

A Polícia Militar e a EPTC (Empresa Pública de Transporte e Circulação de Porto Alegre) atuarão em conjunto no monitoramento dos arredores do Estádio Beira Rio. Segundo Fortunati, 140 agentes de trânsito atuarão nas imediações do local da partida. O objetivo é evitar grandes congestionamentos, como o registrado antes da partida entre Internacional e São Paulo, pelas semifinais da mesma competição, no dia 5 de agosto.

Outra medida que será tomada, segundo o prefeito, é a transmissão do jogo através de telões no Anfiteatro Pôr-do-sol, a poucos quilômetros do Beira Rio, na orla do Guaíba. "Muitos sócios e torcedores não poderão assistir do estádio o jogo. São esperados milhares de torcedores no Anfiteatro Pôr-do-Sol", diz Fortunati. Como a capacidade do estádio é de 56 mil lugares, mais da metade dos cerca de 105 mil sócios do Internacional ficará de fora da decisão da Libertadores da América.

José Fortunati também lembrou que este jogo será um teste para 2014. "Não resta dúvidas de que o jogo de quarta será um teste preliminar para os jogos da Copa de 2014. A diferença é que até 2014 teremos várias obras viárias que desviarão o trânsito, a exemplo da Av. Tronco e tantas outras obras viárias".

O time gaúcho venceu a primeira partida da final por 2 a 1 no Estádio Omnilife, no México. Agora o Inter só precisa de um empate para chegar ao bicampeonato.