Náutico vacila e empata com Sport nos Aflitos

Portal Terra

RECIFE - Contando até com a possibilidade de assumir a liderança da Série B, o Náutico arrancou apenas um empate neste sábado, nos Aflitos, diante do grande rival Sport. Naquele que é conhecido como o Clássico dos Clássicos, prevaleceu o equilíbrio, apesar da superioridade numérica em quase toda a segunda etapa.

Com o empate nos Aflitos, o Náutico permanece na terceira posição, com 24 pontos. O Sport consegue sair da zona de rebaixamento após o empate e soma 12 unidades.

Mesmo jogando nos Aflitos, o Sport abriu o placar, com um gol de Ciro, logo no início da partida. Ainda no primeiro tempo, Élton empatou o jogo para os donos da casa. Na próxima rodada, que será completa na terça-feira, o Náutico jogará fora de casa contra o Guaratinguetá. Já o Sport terá compromisso diante do Figueirense, na Ilha do Retiro. Vivendo um momento superior na Série B e mesmo sendo mandante, o Náutico teve dificuldades na primeira etapa e foi para o intervalo com um empate que, no fim das contas, pareceu lucro.

Correndo risco de queda, o Sport abriu o marcador já aos 4min. Xingado pela torcida, Ciro fez o gol dos visitantes em jogada de persistência. Depois de tentar cruzamento, recuperou bola perdida e superou o goleiro Gledson.

O gol não desesperou o Náutico, que igualou o placar aos 13min. Em boa trama de Geílson, Élton apareceu na área e desviou para as redes do Sport. Renato ainda criaria boa chance para os rubro-negros, enquanto novamente Geílson, inspirado, também teve oportunidade.

Na segunda etapa, o Náutico teve superioridade numérica desde os 8min, quando o lateral Da Silva, do Sport, foi expulso. Os melhores lances saíram dos pés de Evando, que chegou a marcar em gol corretamente anulado e ainda exigiu boa defesa de Magrão. Geílson foi outro a assustar em finalização na grande área.

Na próxima rodada, com todos os jogos na terça-feira, o Náutico jogará fora de casa contra o Guaratinguetá. Já o Sport terá compromisso diante do Figueirense, na Ilha do Retiro.