Na Argentina, Lula lamenta queda de Maradona e pede rivais em 2014

Agência AFP

SAN JUAN, ARGENTINA - O presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, brincou sobre futebol nesta terça-feira, ao lado da colega argentina Cristina Kirchner, e falou sobre a participação da seleção rival na Copa do Mundo de 2014, que será disputada em território brasileiro. As declarações foram feitas durante a reunião de cúpula do Mercosul, celebrada em San Juan.

"Infelizmente, (o técnico argentino Diego) Maradona já caiu, mas eu espero que a Argentina não tenha perdido a Copa do Mundo em 2010 pensando em ganhar a de 2014; avisem os jogadores argentinos", brincou Lula, em alusão à demissão do treinador após a eliminação na África odo Sul.

No entanto, Lula disse torcer para que a Argentina se classifique para a próxima Copa, porque "um Mundial sem a Argentina não é um Mundial". "Na Copa do Mundo de 2014, se a Argentina se classificar, e certamente se classificará, vamos ter 3 ou 4 milhões de argentinos tomando conta do nosso território", disse, especulando sobre o número de visitantes do país vizinho que o Brasil receberá. es