Mano Menezes e jogadores santistas já estão em Nova York

Portal Terra

NOVA YORK - Após um voo agitado, marcado por muita turbulência, o treinador da Seleção Brasileira, Mano Menezes, chegou a Nova York, nos Estados Unidos, na manhã deste domingo acompanhado da nova comissão técnica e do quarteto santista formado por Neymar, Ganso, André e Robinho. A equipe nacional enfrenta os EUA na próxima terça-feira, às 21h, em Nova Jersey.

Os membros da delegação, que contava com o auxiliar Sidney Lobo e o preparador físico Carlinhos Neves, além do presidente do Santos, Luis Alvaro Ribeiro, desembarcaram no aeroporto John Kennedy por volta das 8h30 locais (7h30 de Brasília), após nove horas e 30 minutos de viagem. Durante o período na aeronave, o comandante reforçou para que os tripulantes apertassem o cinto, pois o avião enfrentava diversas turbulências fortes.

O médico José Luiz Runco e o diretor de comunicação Rodrigo Paiva desembarcaram 45 minutos depois em outro voo, junto aos demais integrantes da comissão técnica. Com eles, os jogadores Jéfferson, do Botafogo, Diego Tardelli e Réver, ambos do Atlético-MG, Vitor, do Grêmio, e Renan, do Avaí.

Hernanes, ex-São Paulo e recém-adquirido pela Lazio, da Itália, e Jucilei, do Corinthians, chegam em solo americano nesta segunda. Os outros atletas que atuam no futebol europeu chegam aos EUA ainda neste domingo. O Brasil faz o primeiro treino às 20h (de Brasília).

Na chegada em Nova York, a recepção no aeroporto foi discreta. Cerca de 15 torcedores com a camisa da Seleção ou de alguns times brasileiros aguardavam o desembarque dos ídolos. No entanto, foram frustrados por um grupo de funcionários do aeroporto, que orientou que os atletas e a comissão técnica saíssem por uma porta lateral, evitando o contato com o público.

Do lado de dentro, enquanto esperavam por suas bagagens, os atletas foram abordados por alguns torcedores e esbanjaram simpatia. Distribuíram autógrafos e tiraram fotos com todos eles, incluindo um homem com a camisa do São Paulo, que pedia para que os jogadores assinassem uma bola.

Neymar, Ganso e André foram convocados pela primeira vez à equipe principal da Seleção e são os símbolos de uma nova era com a camisa verde e amarela, que começa após a queda frente à Holanda nas quartas de final da Copa do Mundo. Robinho fazia parte do grupo que fracassou em solo sul-africano.

O Brasil enfrenta os Estados Unidos na próxima terça, em embate que marcará a estreia de Mano Menezes no comando da equipe brasileira. O amistoso representa o início de um novo ciclo na Seleção, que visa o Mundial de 2014, que será realizado no próprio país.