Líder por quase 100 rodadas, Muricy destoa de Luxemburgo

Dassler Marques, Portal Terra

DA REDAÇ O - Personagens da rodada do fim de semana do Campeonato Brasileiro, Muricy Ramalho e Vanderlei Luxemburgo vivem momentos muito diferentes na carreira, o que fica evidenciado pela tabela de classificação. Líder da Série A pela segunda jornada consecutiva com o Fluminense, Muricy caminha a passos largos para completar um índice histórico.

Ao longo da Era dos pontos corridos no Brasileiro, o três vezes campeão Muricy já ostenta 86 rodadas à frente da classificação em somatória de seus trabalhos por São Paulo (56 jornadas), Palmeiras (19), Internacional (4 em 2003 e 3 em 05), São Caetano (1) e agora Fluminense (3).

O índice de Muricy Ramalho significa praticamente o dobro do que o decadente Vanderlei Luxemburgo atingiu no mesmo período. Na penúltima posição de 2010 com o Atlético-MG, ele tem um total de 45 rodadas como líder, quase todas com o Cruzeiro de 2003.

Na ocasião, ele ponteou o Brasileiro por 40 jornadas e coroou a temporada com a tríplice coroa. Desde 2003, só terminou uma rodada na liderança em cinco ocasiões. Três vezes pelo Santos, em 2006, e outras duas no Palmeiras, em 2008. Em nenhuma delas, Luxemburgo, o maior vencedor de títulos da história do torneio, foi campeão.

Ao lado de Mano Menezes, Luiz Felipe Scolari e Leonardo, Muricy e Luxemburgo foram os treinadores cotados para a Seleção Brasileira. O atual técnico do Fluminense ainda foi procurado, mas acabou permanecendo nas Laranjeiras. Já Luxemburgo se disse um potencial candidato, mas não recebeu qualquer convite.