Goleiro Victor diz ter dívida de gratidão com Mano

Portal Terra

NOVA JERSEY - Nome constante nas convocações de Dunga antes da Copa do Mundo, Victor acabou ficando de fora da lista definitiva do ex-técnico e não foi à África do Sul. Perdeu a concorrência para Júlio César, Gomes e Doni. Mas a troca no comando da Seleção Brasileiro abriu caminho para o camisa 1 do Grêmio. Mano Menezes convocou Victor para o amistoso desta terça-feira, contra os Estados Unidos, no New Meadowlands Stadium, em Nova Jersey.

Os dois por pouco não trabalharam juntos em Porto Alegre. Assim que Mano trocou o time tricolor gaúcho pelo Corinthians, no final de 2007, Victor assumiu a condição de titular da meta gremista. Por isso, diz ter uma dívida com o treinador.

"Tenho uma dívida de gratidão com o Mano, que pediu minha contratação no Grêmio. Na época, não pudemos trabalhar juntos porque ele foi para o Corinthians. Mas é algo que a gente não pode esquecer", explicou o goleiro na chegada ao hotel em Nova Jersey.

"Pelo que me falaram no Grêmio, é um treinador sério, que conduz o dia-a-dia com bastante respeito. Sabe comandar, impondo limites no momento correto. Espero me adequar ao esquema dele o mais rápido possível", emendou.

Victor deve ser o titular no jogo com os americanos e deve disputar a posição com Júlio César na caminhada para a Copa de 2014. Jefferson e Renan, os outros goleiros convocados para o amistoso, nunca vestiram a camisa da Seleção.