Fora da seleção de Bernardinho, Ricadinho admite: "acabou"

Portal Terra

S O PAULO - Fora da seleção brasileira masculina de vôlei, o levantador Ricardinho declarou não acreditar mais em chances de integrar o time do técnico Bernardinho. Em entrevista à TV Tem, de Araçatuba, nesta terça-feira, o jogador do Vôlei Futuro afirmou que, como ficou fora da convocação para o Mundial da Argentina, anunciada na semana passada, não tem esperanças de jogar o próximo, em 2014, quando terá 38 anos.

"Tem mais quatro anos para jogar outro Mundial. No ano que vem tem outro grupo, um grupo que joga já há três anos junto. É pouco provável agora. Acho que Ricardinho, para a Seleção Brasileira... Continuo jogando, é claro, pelo Vôlei Futuro, com meu contrato, jogando vôlei, que é a coisa que eu mais amo fazer. Mas acredito que Ricardinho e Seleção Brasileira, acabou", disse o jogador, que pregou "força" para aguentar o momento e afirmou não ter mais problemas com o técnico Bernardinho. "Desde o começo, depois que deu tudo aquilo em 2007, a gente voltou a se falar. Meu objetivo era realmente voltar a falar, principalmente com a comissão técnica, com alguns jogadores, pelo menos poder se cumprimentar, olhar um na cara do outro. Isso eu consegui", completou, alegando ter encarado sua ausência em 2010 com "supernaturalidade". "Ele é o técnico, ele decidiu dessa forma."