Cauteloso, presidente do Inter relembra sufoco na final em 2006

Portal Terra

DA REDAÇ O - O presidente do Internacional, Vitorio Piffero, demonstrou cautela em entrevista ao Band Sports na manhã desta quarta-feira (18), horas antes da final da Libertadores da América contra o Chivas no Beira-Rio. O dirigente elogiou o time mexicano, batido em casa pelos colorados por 2 a 1, e lembrou que a equipe gaúcha teve dificuldades após conseguir a mesma vantagem na final contra o São Paulo, na edição de 2006 do torneio continental.

"Nós passamos em 2006 um momento semelhante. Ganhamos lá no Morumbi por 2 a 1 e aqui foi um sufoco. O jogo terminou empatado (2 a 2) ao final dos 90 minutos, mas foi muito sofrido, uma conquista dura. Esperamos o Chivas da mesma maneira, eles têm o contra-ataque muito rápido. Demos em Guadalajara uma única oportunidade de contra-ataque e eles marcaram. É um time muito perigoso", disse Piffero, pedindo apoio da torcida. "Vamos representar o Brasil e a Conmebol. O estádio estará lotado apenas com sócios do clube. Quem ficar em casa, nos telões, também estará com a gente nesta corrente colorada e brasileira".