Brasileiros paraolímpicos levam seis ouros em Moçambique

Portal Terra

MOÇAMBIQUE - Nove medalhas em dois dias de competição. Este foi o balanço final da conquista dos jovens brasileiros atletas paraolímpicos Jhulia Karol dos Santos, da classe T11, Yeltsin Ortega Jacques, da classe T12, e Viviane Ferreira Soares, da classe T13, nos Jogos da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), disputado em Maputo, Moçambique.

Foram seis medalhas de ouro: Viviane conquistou três, nos 100 m, 200 m e 400 m. Jhulia ficou com o lugar mais alto do pódio nos 100m e nos 200m, além do bronze nos 400m. E Yeltisin conquistou a medalha dourada nos 400m e duas pratas nos 100m e 200m.

Participaram cerca de 600 atletas de oito países. Os representantes de Moçambique, Angola, Portugal, Brasil, Cabo Verde, São Tomé e Príncipe, Guiné-Bissau e Timor Leste disputaram medalhas em seis modalidades: handebol feminino; atletismo masculino, feminino e adaptado; basquete masculino; futebol masculino; tênis masculino e feminino e vôlei de praia masculino e feminino.

O limite de idade para participar dos Jogos da CPLP é de até 20 anos para os atletas paraolímpicos, (PPD T-12 e T-13), e 16 para os atletas olímpicos.

O Brasil participou dos Jogos com uma delegação de 67 pessoas, incluindo os três atletas paraolímpicos. O objetivo dos Jogos é preparar a nova geração para os Jogos do Rio 2016. A competição se encerra neste sábado.