Bolívar quer título para entrar na história e "calar" gremistas

Portal Terra

PORTO ALEGRE - Às vésperas da partida decisiva contra o Chivas, no Beira-Rio, o zagueiro Bolívar declarou que o título da segunda Libertadores servirá para acabar com as "chacotas" dos rivais gremistas, que conquistaram o bicampeonato do torneio já em 1995.

"Vai ser algo para acabar com essa chacota. Essa cobrança e rivalidade existem mesmo. Os torcedores esperam mesmo por isso", afirmou o jogador.

Bolívar dá grande dimensão ao jogo desta quarta-feira e, integrante do grupo da equipe colorada campeã continental em 2006, ressalta a importância histórica do momento: "é uma partida para entrar na história do clube e sabemos desta responsabilidade".

O jogador, no entanto, é cauteloso e não quer comemorar o título por antecipação. "O mais importante é saber que não tem nada ganho. Queremos a Libertadores, mas para isso devemos encarar o adversário difícil que é o Chivas Guadalajara. Não há euforia precipitada no vestiário", declarou.