Bayern se recusa a liberar Ribery para Federação Francesa

Agência AFP

MUNIQUE - O Bayern de Munique anunciou nesta segunda-feira que não pretende liberar o jogador Franck Ribery no dia 17 de agosto, para atender à convocação da Comissão de Disciplina da Federação Francesa (FFF), encarregada de estudar uma eventual punição aos'Bleus' por sua greve durante o Mundial 2010 na África do Sul.

"Este convite ou convocação não foi acertada no acordo do Bayern de Munique. Segundo o estatuto da Fifa, os clubes só têm a obrigação de liberar seus jogadores para datas previstas no calendário internacional - o que não é o caso. Por este motivo, o Bayern de Munique não deixará Franck Ribery comparecer a esta convocação", explicou o clube alemão em um comunicado.

Os dirigentes do atual campeão da Bundesliga demonstraram irritação por terem ficado sabendo da convocação "através da imprensa", indica o texto.

"A Federação Francesa não tem o direito de retirar Franck Ribery arbitrariamente de suas obrigações com o Bayern. A preparação para a próxima temporada da Bundesliga tem prioridade sobre a resolução dos conflitos surgidos durante o Mundial na Federação Francesa", escreveu em uma carta à FFF Karl-Heinz Rummenigge, presidente do clube.

A estreia do Bayern no campeonato alemão está marcada para 20 de agosto, contra o Wolfsburgo; antes disso, o time enfrentará o Germania Windeck (5ª divisão) pela Copa da Alemanha, no dia 16.

A partir de 17 de agosto, a Comissão Disciplinar da FFF examinará os casos de cinco jogadores da seleção francesa por seu envolvimento na greve de treinos durante a Copa do Mundo, organizada para protestar contra a expulsão de Nicolas Anelka do grupo um dia antes.