Jornal destaca "despedida perfeita" de Mano e "inferno" de Felipão

Portal Terra

DA REDAÇÃO - O jornal português O Jogo destacou nesta segunda-feira (26), em sua edição eletrônica, a "despedida perfeita" de Mano Menezes do Corinthians. Do banco, o gaúcho - que assumirá a Seleção Brasileira nesta segunda - assistiu a vitória por 3 a 1 sobre o Guarani e deixou o time paulista na liderança do Campeonato Brasileiro. Por outro lado, noticiou também o jejum de vitórias de Luiz Felipe Scolari pelo Palmeiras.

Com Mano, a festa foi perfeita. O Corinthians venceu e convenceu a torcida, que, depois do jogo, gritou o nome do treinador, que conquistou três títulos pelo clube: Série B, Campeonato Paulista e Copa do Brasil. O jornal português brincou também com o fato de Mano Menezes ter ultrapassado, na tabela, Muricy Ramalho, primeira opção para assumir a Seleção - Mano ficou com o cargo, após a recusa do colega.

A publicação destaca também a frase do lateral esquerdo Roberto Carlos. Após a partida, o jogador de 37 anos disse estar no "melhor momento da carreira". O Jogo entendeu a frase como um pedido de convocação a Mano Menezes. Roberto Carlos não veste a camisa do Brasil desde julho de 2006, quando a Seleção perdeu por 1 a 0 para a França e foi eliminada da Copa do Mundo.

Sobre Felipão, os portugueses lamentam o "inferno astral" vivido pelo treinador, que dirigiu a seleção local por 5 anos, entre 2003 e 2008. Ainda sem vitórias desde que voltou ao Brasil, Scolari viu o seu Palmeiras empatar sem gols com o Ceará e amargar a terceira partida sem vitória - derrota para Avaí e empate com o Botafogo completam a trinca.