Atlético-PR bate Goiás, embala e deixa a zona de rebaixamento

Portal Terra

GOINIA - Abalado por conta de uma briga campal no último jogo do Campeonato Brasileiro, contra o Vitória, o Goiás recebeu o Atlético-PR neste domingo com o objetivo de ganhar tranquilidade na competição. Porém, o time comandado por Emerson Leão se esqueceu de avisar o rival paranaense, que jogou melhor e venceu de forma incontestável por 2 a 0. Esta é a segunda vitória seguido dos atleticanos, que chegam a 13 pontos e deixa a zona da degola.

Para os goianos que foram ao Serra Dourada para acompanhar a partida, restou lamentar a sequência de resultados negativos da equipe esmeraldina. Depois de perder para o Cruzeiro por 1 a 0, o Goiás sofreu empate contra o Vitória depois de estar ganhando por 2 a 0. Agora, precisa fazer torcida para que o Botafogo perca o clássico contra o Fluminense, também neste domingo, para não figurar entre os últimos quatro colocados no Brasileiro.

Melhor postado durante todo o jogo, a equipe rubro-negra parecia mais consciente dentro de campo. Mesmo sem criar muitas oportunidades no primeiro tempo, o time comandado por Paulo César Carpegiani chegava ao gol adversário com bastante perigo. Contava a favor dos paranaenses, a lentidão do Goiás em armar jogadas e chegar ao gol defendido por Neto.

Quando o relógio marcava pouco mais de 10min de jogo, o time da casa levou o primeiro susto na partida. Bruno Mineiro acertou um belo chute, sem pulo, de fora da área e balançou as redes do time esmeraldino. Entretanto, o gol foi anulado pelo árbitro Ricardo Marques Ribeiro, que acertou ao observar um toque de mão do atacante Alex Mineiro.

Se os atacantes não mostravam eficiência, um zagueiro estava atento para resolver a parada. Aos 27min, Manuel aproveitou cruzamento de Bruno Costa pela esquerda e subiu sozinho para acertar uma forte e indefensável cabeçada. Sem tempo de reação, o goleiro Rodrigo Calaça só pôde lamentar o gol sofrido.