Tenista acusado de racismo por brasileiro tem histórico de confusões

Portal Terra

DA REDAÇÃO - Conhecido no circuito da ATP mais por suas atitudes um tanto quanto estranhas do que por seu tênis de altos e baixos, Daniel Kollerer cometeu mais umas "bizarrice", desta vez com Júlio Silva, ao dizer para o tenista brasileiro "voltar para a floresta" e depois fazer gestos com a mão embaixo do braço, imitando um macaco.

O tenista austríaco apelidado de "Crazy Dani", devido a suas discussões com os árbitros e por falar muitos palavrões durante as partidas, tem um vasto currículo de confusões e atitudes "bizarras" no circuito, incluindo outra polêmica com o tenista brasileiro há dois anos, em que ironizou Júlio ao comer bananas no intervalo de uma partida.

Nem mesmo seu compatriota, o experiente Stefan Koubek, suportou suas provocações e durante um torneio interclubes local, em maio deste ano, foi até a cadeira de Kollerer no intervalo e o "estrangulou". Koubek acabou eliminado e os árbitros declararam "Crazy Dani" vencedor na ocasião.

Em 2005, durante o Challenger de Aracaju, mais de 40 tenistas fizeram uma petição pedindo sua exclusão do torneio devido a xingamentos feitos a pegadores de bola, juízes de linha e até mesmo direcionados para torcida que comparecia nas partidas. Nesta ocasião nenhuma medida foi tomada pela entidade máxima do tênis.Porém, um ano depois, no torneio de Acapulco, "Crazy Dani" extrapolou e ofendeu diretamente o tenista espanhol, Nicolás Almagro e por se tratar de um evento de maior escala, a ATP tomou as devidas providências e o suspendeu por seis meses de qualquer torneio organizado por ela.

A suspensão parece não ter mudado suas características agressivas, e na sua volta às quadras, o tenista número 110 do ranking da ATP, continuou se envolvendo em polêmicas, como, em agosto de 2009, quando o italiano Frederico Luzzi partiu para a briga, após uma partida em Genova e também no US Open, do mesmo ano, em que o tenista austríaco deu um "show" de xingamentos e comemorações exaltadas na partida diante de Del Potro pela terceira rodada.