Presidente corintiano torce por saída do goleiro Felipe

Portal Terra

SÃO PAULO - Chefe da delegação brasileira na África do Sul, Andres Sanchez, presidente do Corinthians, ficou sabendo que a possível proposta do Genoa, da Itália, teria feito o goleiro Felipe pedir para deixar o clube e nem ter participado do treinamento. Segundo a Folha de S.Paulo, o dirigente corintiano se irritou com a atitude do goleiro.

"Tomara que ele vá embora. Porque, se eu não quiser que ele vá, ele não vai. Mas tomara Deus que vá", disse Sanchez ao receber a ligação do diretor de futebol corintiano, Mário Gobbi. Segundo a publicação, a bronca de Andres Sanchez se deve ao fato do goleiro ter forçado para receber aumento salarial após a queda para a Série B.