Seleção causa alvoroço em hotel antes de amistoso

Portal Terra

HARARE - A saída para o almoço da Seleção Brasileira nesta quarta-feira provocou um alvoroço no The Rainbow Towers, hotel em que a equipe está hospedada para enfrentar o Zimbábue. Quando os jogadores desceram de seus quartos para almoçar, às 11h30 (6h30 de Brasília), 20 torcedores esperavam no saguão do estabelecimento.

Tentando algum registro dos brasileiros, os fãs acabaram frustrados pelos seguranças, que os impediram de se aproximar aos atletas. Os mais assediados nesta quarta foram o meia Kaká e o lateral direito Daniel Alves.

No lado de fora do hotel de Harare, porém, o clima era bastante tranquilo. Esse cenário foi bastante diferente ao de terça-feira, quando 250 pessoas causaram histeria e confusão na chegada da Seleção ao Rainbow Towers.

No Estádio Nacional da cidade, que receberá o amistoso às 10h30 (de Brasília), o clima era de festa desde as primeiras horas desta quarta-feira. A expectativa é que 60 mil pessoas acompanhem de perto à esperada partida.

A exibição contra Zimbábue representa o primeiro teste do time comandado por Dunga no continente africano. Em 7 de junho, o rival será a Tanzânia, também na casa do rival, no último jogo dos brasileiros antes da estreia na Copa do Mundo, marcada para as 15h30 do dia 15 de junho, contra a Coreia do Norte.