Indignado, Evo Morales desiste de ter Copa em TV aberta

Ricardo Setyon, Portal Terra

JOHANNESBURGO - O presidente Evo Morales lutou muito para que a Copa do Mundo 2010 fosse transmitida em TV aberta em todo o território boliviano, mas, nesta-terça feira, anunciou que não terá condições financeiras de realizar seu desejo.

"O monopólio de algumas empresas de direitos televisivos destróem a paixão de um povo inteiro", afirmou o mandatário, que havia comprado os direitos de transmissão durante as Eliminatórias.

"As Eliminatórias foram um sucesso, o páis sofreu e se alegrou graás às trasmissões, mas por questões econômicas não conseguiremos os direitos da Copa do Mundo", disse em tom muito triste. "Sinto muito que existam certos monopólios, pois para mim o esporte não pode ser um negócio privado, deve ser um direito humano", afirmou Morales.

Fã confesso do esporte mais popular do planeta, Morales já participou de protestos em apoio à realização de jogos na altitude e tem planos de estatizar o futebol no país.

Pretendo estatizar o futebol boliviano, temos de ter uma apresentaççao mais digna", afirmou, após a eliminação de sua equipe nas Eliminatórias Sul-americanas para o Mundial.