Às vésperas da Copa, Maradona diz ser o homem mais feliz do mundo

Portal Terra

JOHANNESBURGO - O técnico da Argentina, Diego Maradona, não fez nenhuma questão de agradar os jornalistas no início da coletiva desta terça-feira. O treinador disse que "não pensou em aparecer diante da imprensa, nem os jogadores, mas como vocês (jornalistas) fizeram uma viagem tão comprida, vamos ceder um pouquinho", mas deixou claro que não havia contemplado essa possibilidade.

O ex-jogador disse que colocaria a mão no fogo por seus jogadores, que estão treinando muito bem. Questionado sobre sentimento às vésperas do Mundial, disse ser o homem mais feliz do mundo.

"Se há pessoas que se acham mais felizes que eu na Argentina ou em qualquer lugar deste Mundial, eu quero que elas se danem, porque eu sou o cara mais feliz do mundo. Meu sexto sentido diz que iremos fazer uma coisa muito grande", afirmou Maradona.

O maior ídolo do futebol argentino tem o nome do neto, filho do jogador Agüero com a filha Gianinna, tatuado no braço. Questionado sobre o fato, o astro da Copa de 86 disse que espera que o menino seja também um futebolista, assim como o pai e avô.