Ziani - Baixinho habilidoso

Agência AFP

RIO DE JANEIRO - Do alto de seus 1,69m, Karim Ziani é um desses meias baixinhos, ativos e dotados de técnica refinada, que clareiam o jogo nas equipes em que atua.

Prestes a completar 28 anos, esse nativo de Sèvres, cidade próxima a Paris, será o maestro da Argélia, que disputará na África do Sul sua terceira Copa do Mundo, depois de 1982 e 1986. Experiência é o que não faltará para esse jogador que, aos 27 anos, já atingiu a marca de 50 jogos com a camisa da seleção argelina.

Karim Ziani nasceu no dia 17 de agosto de 1982, de pai cabila (grupo étnico da Argélia) e mãe francesa. Ele deu seus primeiros passos no futebol no Racing Club de Paris e depois, em 1998, foi para o centro de formação do Troyes, onde, três anos mais tarde, assinaria seu primeiro contrato profissional.

Com a confiança de seu treinador na época, Alain Perrin, o meia fez progressos espetaculares e jogou sua primeira partida na elite francesa em dezembro de 2001, aos 19 anos.

Ziani tornou-se rapidamente titular absoluto da equipe. Quando o Troyes foi rebaixado para a segunda divisão, em 2003, ele fez questão de ficar no time, mas, um ano depois da queda, a paixão pelo clube não resistiu à proposta do Lorient, outra equipe da segunda divisão francesa, para onde se transferiu, por empréstimo, em outubro de 2004.

Nesse meio-tempo, o meia foi convocado pela primeira vez para a seleção argelina, para um jogo contra a Bélgica no dia 12 de fevereiro de 2003, derrota por 3 a 1.

No Lorient, o treinador Christian Gourcuff fez do argelino o maestro de seu time. O técnico parisiense foi o grande responsável pela ascensão do clube bretão à primeira divisão francesa, na temporada 2005-2006, quando Ziani foi eleito o melhor jogador da segunda divisão.

Pesadelo em Marselha

Logicamente, o argelino recebeu várias propostas, e acabou escolhendo o Sochaux, onde reencontrou o treinador Alain Perrin. O meia não ficou mais que um ano no clube, mas foi o suficiente para ganhar seu único título até agora, a Copa da França, conquistada numa final contra o Olympique de Marselha, na decisão por pênaltis.

Novamente procurado por diversos clubes, o argelino assinou com o Olympique por quatro anos. Foi o começo de seus aborrecimentos.

Talvez prejudicado pela pressão de jogar num time de grande torcida, o mais popular do país, Ziani não foi mais que a sombra dele mesmo, e sua situação piorou ainda mais com a demissão do técnico Albert Emon. O belga Eric Gerets, que substituiu Emon, sacou o argelino do time e botou em seu lugar Mathieu Valbuena.

No dia 19 de março de 2008, em jogo pelas oitavas de final da Copa da França, o Marselha perdeu em casa para os amadores do Carquefou (1-0), e Ziani e Gerets chegaram a brigar fisicamente, o que custou ao meia 10 dias de suspensão.

No ano seguinte, apesar de um começo de temporada promissor, o argelino, com fortes dores nos músculos adutores, teve de ser operado. A aventura em Marselha acabou sendo um grande pesadelo para Ziani, que marcou apenas 3 gols em dois anos.

Fora dos planos do técnico que assumiu a equipe, Didier Deschamps, o argelino assinou com o Wolfsburg, então campeão alemão, em meados de 2009. A transferência permitiu ao meio-campo jogar pela primeira vez a Liga dos Campeões da Europa.

Mas a principal competição europeia de clubes não é nada perto do que espera por Ziani na África do Sul, onde a Argélia disputará o primeiro Mundial da história em seu continente, credenciada pela quarta colocação obtida na Copa Africana de Nações deste ano.

FICHA TÉCNICA

Karim Ziani (Atleta - Futebol)

Sobrenome: Ziani

Nome: Karim

País: Argélia

Data de Nascimento: 17/08/1982

Lugar de Nascimento: Sèvres (França)

Altura: 1,69 m

Peso: 69 kg

Posição: Meio-campo

Clubes: Troyes (França/2000 - out. 2004), Lorient (Fra/out. 2004 - 2006), Sochaux (Fra/2006-07), Olympique de Marselha (Fra/2007-09), Wolfsburg (Alemanha/desde 2009)

Jogos pela seleção: 50

Gols pela seleção: 4

Primeiro jogo pela seleção: 12/02/2003, Argélia-Bélgica (1-3)

Último jogo pela seleção: 03/03/2010, Argélia-Sérvia (0-3)

Primeiro gol pela seleção: 07/10/2006, Argélia-Gâmbia (1-0)

Último gol pela seleção: 11/10/2009, Argélia-Ruanda (3-1)

Carreira em clubes:

Copa da França: Campeão (2007)