Mexicanos apoiam Giovani dos Santos após corte do irmão

César Juárez Caudillo, Portal Terra

HERZOGENAURACH - Os jogadores da seleção mexicana deram todo o apoio a Giovani dos Santos depois que seu irmão, Jonathan dos Santos, foi cortado da equipe. Gerardo Torrado, meio-campista e um dos capitães do time, assegurou que a intenção de todos é que Giovani se recupere totalmente do baque sofrido.

"Sabíamos que a decisão seria tomada pela comissão técnica. Ela mexe com todos, porém temos de seguir. Com Gio mexe de uma forma mais direta porque é seu irmão, então estamos tentando ajudá-lo desde ontem (segunda)", disse Torrado. "Falamos com ele, para que se sinta o mais à vontade possível. É um jogador importante como são os outros 22 escolhidos e juntos devemos ser muito fortes para encarar o que vem".

Mesmo assim, Gerardo Torrado disse compreender as palavras do brasileiro Zizinho, pai de Giovani e Jonathan, que depois de conhecer a notícia de que o mais jovem da família Dos Santos não iria ao Mundial afirmou que seu filho nunca voltaria a jogar com a seleção nacional.

"As declarações do pai de Jona e Gio são reações de um pai por querer defender seus filhos. Não as li a fundo, sei mais ou menos, porém não saberia dizer algo mais. Porém, estamos aqui tentando consolar Gio para que se sinta em casa. A Jona desejamos a melhor das sortes. Vamos levantar o moral porque sabíamos que isso aconteceria. Devemos estar sólidos porque está vindo o Jogo contra a Itália e o Mundial", afirmou.

Sobre a despedida de Jonathan, Torrado mencionou que toda a equipe falou com ele e não apenas os capitães do time verde.

"O momento foi quando ele foi se despedir e depois cada um foi se aproximando para dar as palavras de alento que achavam que serviriam mais a Jona; aqui não é (uma coisa) de capitães, se não de desejar a ele o melhor. Poderia ter sido (cortado) qualquer outro", manifestou.