Com Taffarel, Seleção faz rachão antes de viagem para o Zimbábue

Renato Pazikas, Portal Terra

JOHANNESBURGO - A Seleção Brasileira fez nesta terça-feira o último treino antes do amistoso de quarta, às 15h30 (10h30 de Brasília), contra o Zimbábue. Os jogadores disputaram o primeiro "rachão" desde que chegaram à África do Sul, na última quinta.

A prática é comum nos dias que antecedem os jogos. Dunga sempre opta por um treino recreativo antes das partidas da Seleção. Nos dois últimos dias, o treinador havia trabalhado exaustivamente com bola em treinos técnicos, táticos e coletivos.

A novidade foi a presença de Taffarel no time de Kaká, que atuou sem coletes. O ex-goleiro, campeão do mundo com a Seleção em 1994 e que será observador do Brasil no Mundial, atuou na linha durante o descontraído treino.

Kaká participou normalmente da atividade e deve viajar com o grupo. O meio-campista do Real Madrid poderia ficar em Johannesburgo fazendo reforço muscular para se recuperar totalmente da lesão na coxa. A CBF ainda não se pronunciou sobre a presença ou não de Kaká na viagem.

Antes do "rachão", os brasileiros iniciaram a atividade com a tradicional roda de bobinho. Depois, realizaram um treino de toques rápidos na bola e passes a longa distância, além de um rápido trabalho físico.

Ainda nesta terça, a Seleção viaja para Harare, no Zimbábue. O amistoso será o primeiro do Brasil no continente africano. Dia 7, a equipe encara a Tanzânia no último jogo antes da estreia na Copa do Mundo, oito dias depois, contra a Coreia do Norte, às 15h30.