Capitão admite "lentidão" inglesa e cobra melhora para Copa

Portal Terra

DA REDAÇÃO - A vitória de virada por 2 a 1 sobre o Japão, no último domingo, esteve longe de deixar Rio Ferdinand satisfeito. Depois do amistoso vencido com dois gols contra dos zagueiros asiáticos, o capitão da Inglaterra reclamou da lentidão de sua equipe, que só melhorou no segundo tempo.

"Um pouco lentos demais" no primeiro tempo, conforme a análise de Ferdinand, os ingleses levaram um gol do brasileiro naturalizado japonês Marcus Tulio Tanaka. Na segunda etapa, Joe Cole e Steven Gerrard (poupado no começo da exibição devido a uma contusão na panturrilha) entraram e melhoraram a equipe, ainda de acordo com o zagueiro.

Com dois gols contra, veio a virada da Inglaterra, que terminou a partida parecendo "bastante perigosa", disse o jogador do Manchester. Ele ainda comemorou a boa notícia do jogo: Gerrard entrou em campo e atuou ao lado de Frank Lampard no meio, tática que historicamente não vinha dando muito certo.

Se ficar realmente sem o volante Gareth Barry, que, lesionado, saberá se vai à Copa do Mundo nesta terça, Fabio Capello deverá dar funções mais defensivas ao meia do Liverpool, que anteriormente se dedicava mais à armação do jogo.

Com jogadores de bom nível técnico e Wayne Rooney em grande fase, Ferdinand acredita que a Inglaterra vai à África do Sul "menos previsível" que nas competições anteriores - nos Mundiais de 2002 e 2006 e na Eurocopa de 2004, a equipe sempre foi eliminada nas quartas de final.

Na próxima Copa, os adversários da Inglaterra na primeira fase serão Estados Unidos, contra os quais faz a estréia às 15h30 (de Brasília) do dia 12 de junho, Eslovênia e Argélia. A seleção campeã do mundo de 1966 é a cabeça de chave do Grupo C.