Mourinho já cutuca Barcelona: "se sou odiado não é problema meu"

Portal Terra

MADRI - O técnico português José Mourinho afirmou nesta segunda-feira, durante sua apresentação oficial no Real Madrid, que não se preocupa com o Barcelona, e nem tem aversão ao atual campeão espanhol. Mourinho chegou até a elogiar a equipe rival, e afirmou que o foco de seu trabalho está concentrado na formação de um Real Madrid forte para a próxima temporada.

"Não sou antibarcelona", disse o português. "Sou treinador do (Real) Madrid e não me preocupo com o Barcelona. Me preocupa a formação de um grande Madrid. O Barça é um grande rival tanto na Champions quanto nos torneios domésticos, mas não quero pensar no Barça neste momento. Se sou odiado em Barcelona, não é problema meu", afirmou.

Mourinho teve as portas abertas para o mundo do futebol justamente no Barcelona. Ele chegou ao clube como tradutor do então treinador inglês Bobby Robson e, após impressionar dirigentes com seus conhecimentos sobre futebol, permaneceu no clube catalão no posto de auxiliar-técnico.

O português, inclusive, chegou a trabalhar no Barcelona com Louis Van Gaal, técnico do Bayern de Munique, que foi derrotado pela Inter de Milão, treinada por Mourinho, na final da Liga dos Campeões da Europa neste ano. Aliás, na semifinal do torneio, em jogo contra o próprio campeão espanhol, Mourinho comemorou a classificação da equipe italiana, no Camp Nou, se dirigindo à torcida adversária, com os braços abertos, de forma provocativa - o que irritou o goleiro do Barcelona, Victor Valdés.

Na entrevista desta segunda-feira, Mourinho também falou sobre sua ex-equipe, a Inter de Milão. O português disse que se sente um profissional melhor após a passagem pelo clube italiano, onde, além do título europeu, venceu o Campeonato Italiano e a Copa da Itália. Além disso, ele disse que espera que o próximo treinador da Inter tenha um bom preparo.

"Não converso com o presidente Moratti sobre o próximo treinador, mas a Inter tem uma equipe de futuro. Obviamente, há jogadores veteranos, mas é um time reconstruído para obter êxitos hoje e amanhã", afirmou Mourinho. "(A Inter) Precisa de um treinador qualificado. Espero que seja um técnico inteligente", acrescentou o português, que firmou um compromisso de quatro anos com o Real Madrid.