Mourinho chega ao Real e fala em "três ou quatro" reforços

Portal Terra

MADRI - Após o anúncio oficial da contratação de José Mourinho pelo Real Madrid, o treinador português se apresentou nesta segunda-feira em seu novo clube e declarou não sentir uma pressão diferente pelo fato de trabalhar na equipe espanhola. Segundo Mourinho, falar em contratações no Real pode ter efeitos negativos para o clube - mas o técnico admitiu a necessidade de reforços para desenvolver seu trabalho.

"Não gosto de falar em jogadores, pois quando o treinador do Real Madrid fala sobre um jogador, seu preço sobe dez milhões", afirmou Mourinho. "Estou contente com o grupo-base do último ano, não necessitamos de trocas dramáticas, apenas três ou quatro jogadores para termos um time com mais possibilidades de adaptação a um ideal de jogo", acrescentou o treinador.

Mourinho também destacou a importância de ter jogadores decisivos no time, mas ressaltou que todos fazem parte de um grupo. "O clube é importante, e não os jogadores", afirmou. O novo técnico do Real também disse, se referindo à estrutura das equipes onde trabalha, que sempre espera o melhor. "Teremos que mudar algumas coisas de acordo com a minha forma de trabalhar. Adaptar algumas coisas."

O treinador português também fez comentários sobre alguns jogadores do Real. Em relação ao futuro de Raul - com quem afirma já ter conversado - no clube, disse que não adiantaria nada à imprensa, tendo em vista que não conversou com os dirigentes do Real sobre o assunto. Porém, o técnico demonstrou respeito pelo atleta. "Cheguei hoje e eu não fiz nada pelo Real Madrid, não estou na história do Madrid. Raúl fez, então eu tenho que respeitá-lo e tenho que ser muito honesto. Eu não posso tratá-lo como um jogador qualquer."

O grande ídolo da equipe na atualidade, o português Cristiano Ronaldo, também foi elogiado por seu compatrita. "É um jogador muito importante para o Real Madrid. É um vencedor e eu gosto de vencedores", afirmou Mourinho.