Em busca do bi, Lakers vencem e reencontram Celtics na final

Portal Terra

SÃO PAULO - Jogando no US Airways Center, no Arizona, neste sábado, o Los Angeles Lakers fez valer a sua tradição na NBA e alcançou sua terceira final consecutiva na competição, ao bater o Phoenix Suns, do armador brasileiro Leandrinho, por 111 a 103 e fechou a série melhor de sete na final da Conferência Leste por 4 a 2.

Com isso, a equipe de Kobe Bryant e Pau Gasol vai reencontrar o Boston Celtics na grande final da NBA, com a possibilidade de vingança. Nas onze decisões anteriores da NBA entre as duas franquias, a equipe de Boston levou a melhor por nove vezes - a última delas em 2008.

Ainda não será desta vez que o armador Leandrinho disputará uma final de NBA. O brasileiro começou no banco de reservas, jogou 18 minutos, fez sete pontos e deu duas assistências.

Para chegar à vitória, os Lakers não puderam contar nos minutos iniciais com Kobe Bryant, que machucou o dedo anelar da mão esquerda. O ala Ron Artest supriu bem a ausência do astro e converteu 25 pontos na partida - Bryant retornou à quadra depois e anotou 37.

Ron Artest sabia que estava inspirado, que os Suns estavam abalados e que depois da façanha da cesta milagrosa do quinto jogo, Bryant, o líder da equipe, deu a ele toda sua confiança para que fosse seu braço direito, em vez do ala-pivô espanhol Pau Gasol. Tudo acabou sendo perfeito para o Lakers, que viu como Bryant dominava totalmente a defesa adversária e Artest se mostrava seguro nos arremessos.

Os Lakers tinha o domínio no garrafão e pouco a pouco foi impondo seu melhor jogo e consistência no ataque para ir para o intervalo da partida com a vantagem parcial de 62 a 53 - que seria decisiva no confronto.

Com uma desvantagem de 12 pontos no primeiro tempo, o Phoenix Suns só conseguiu reagir no último quarto. A diferença chegou a cair para três pontos, mas os Lakers conseguiram impôr seu melhor jogo novamente, sacramentando o título da Conferência.

Pelo lado dos Suns, o ala-pivô Amare Stoudemire fez 27 pontos e quatro rebotes, que não serviram para conseguir a vitória e forçar o sétimo jogo.

As finais da NBA começam na próxima quinta-feira, com o primeiro jogo no Staples Center, em Los Angeles