Ceará derrota Cruzeiro por 1 a 0 e é vice-líder

Portal Terra

FORTALEZA - O Ceará derrotou o Cruzeiro, por 1 a 0, no estádio do Castelão, em Fortaleza, com gol de Lopes, aos 39 min primeiro tempo. A equipe alvinegra manteve a invencibilidade na competição e chegou aos 11 pontos, alcançando a vice-liderança.

O time do técnico Adilson Batista, que permaneceu com 8 pontos e ocupa a nona posição, criou oportunidades de empatar a partida no segundo tempo, mas demonstrou desestabilidade emocional. Saído do branco de reservas, Wellington Paulista foi expulso após ficar oito minutos em campo.

O jogo

Empatados na tabela, com 8 pontos, Ceará e Cruzeiro prometiam um bom duelo na noite deste domingo: os cearenses venceram as duas partidas disputadas em Fortaleza até então, e o time do técnico Adilson Batista ainda não havia perdido fora de casa no campeonato.

No primeiro tempo, a equipe alvinegra fez valer a vantagem de jogar em casa e criou as melhores oportunidades, embora não muito incisivas. Aos 4 min, Oziel arriscou chute rasteiro, mas não acertou o gol de Fábio. Aos 20 min, Geraldo avançou pela direita e chutou de fora da área.

Após outras duas chegadas, aos 22 min, com Fabrício, e aos 38 min, em chute de Ernandes de fora da área, o Ceará abriu o placar com Lopes, aos 39 min. O atacante recebeu assistência de Misael, que fez grande jogada individual para cima de Jonathan, e bateu forte para o gol, com Fábio já batido no lance.

A melhor chance do Cruzeiro na primeira etapa foi aos 34 min, em chute de Thiago Ribeiro. Vendo seu time criar pouco, o técnico Adilson Batista promoveu duas substituições no intervalo: Elicarlos no lugar de Fabinho e Pedro Ken no lugar de Roger.

Na etapa complementar, os mineiros voltaram melhor e, aos 9 min, Diego precisou fazer grande defesa em cabeçada de Henrique, com assistência de Fernandinho. Aos 19 min, Thiago Ribeiro recebeu bom lançamento de Elicarlos e acertou a trave.

Aos 27 min, Adilson Batista fez a sua última alteração: o treinador tirou Marquinhos Paraná para colocar Wellington Paulista, que teve atuação desastrosa. Pelo Ceará, pouco antes, Lopes havia dado lugar para Wellington Amorim.

O Cruzeiro insistia, mas não conseguia chegar ao gol e se desestabilizou emocionalmente. Aos 31 min, Fernandinho levou cartão amarelo por reclamação. Aos 34 min, Wellington Paulista cometeu falta em Geraldo e levou cartão amarelo. Reclamou e foi expulso de campo.

Na sequência, o time mineiro não criou mais grandes oportunidades e o Ceará apenas administrou a vantagem. Na próxima rodada o Cruzeiro enfrenta o Santos, no Mineirão. Já os comandados de Paulo César Gusmão jogarão em casa contra o Avaí.