Sul-africanos encaram novo dia de longas filas por ingressos

Portal Terra

DA REDAÇÃO -

A venda de ingressos para a Copa do Mundo continua caótica, os sul-africanos continuam enfrentando os mesmos problemas que têm assombrado os organizadores nos últimos dias.Com filas enormes, muitas pessoas tiveram um dia longo de espera e angústia.

Dizendo que acabou, e mostrando seus ingressos, como se fosse uma vitória na final da Copa, Aden Lahood se mostrou muito contente com sua aquisição.

Mais uma vez a FIFA, que havia prometido não causar mais tumultos, assumiu toda a culpa pela falha na venda dos ingressos e apontou a alta demanda para os problemas apresentados. Nesta sexta-feira foram vendidos 60 mil ingressos e vários jogos já não tem mais lugares disponíveis, como os três jogos da seleção local na fase de classificação.

Com a devolução de mais de 90 mil entradas por patrocinadores, o processo de venda terá que ser acelerado para que não se tenha uma sobra muito grande. Na Copa de 2006, na Alemanha, foram vendidos 97% e não se apresentou nenhuma situação de caos nas vendas.

Milhares de pessoas continuam esperando nos centros de venda, à espera de ingressos e com isso a polícia local teve que conter a euforia de alguns que se exaltaram, quando foi anuciado que o sistema de computadores havia caído mais uma vez.

A menos de duas semanas para o início do Mundial, o caos nas vendas dos ingressos assusta os organizadores que estão preocupados. A oferta dos tickets, que foi anunciada em 15/04, continua sendo a principal causa da alta demanda diária, o que é apontado pela entidade máxima do futebol, como o "grande problema".

Apontando o baixo poder de renda dos sul-africanos, a Fifa se mostrou empenhada em abaixar os preços e ajudar a comunidade local. Porém com toda esta confusão criada pela vendas destes ingressos, o que era para ser uma ajuda se transformou em pesadelo.

A organizadora do Mundial promete resolver todo este impasse e finalizar as vendas dos ingressos sem criar mais problemas .