Júlio César quer entrar para história da Seleção

Renato Pazikas, Portal Terra

JOHANNESBURGO - Destaque do Flamengo até 2004, Júlio César atualmente é "muito mais goleiro" do que era naquela época. A avaliação é do próprio jogador, que descarta o rótulo de ídolo da Seleção Brasileira e só pensa em dar sua contribuição para conquistar a Copa do Mundo de 2010, entrando para a história verde e amarela.

Humilde, Júlio César descartou qualquer tipo de vaidade nesta sexta-feira, quando concedeu sua primeira entrevista desde a chegada a Johannesburgo. Negando pensar em ser o melhor goleiro do mundo, ele falou sobre o foco total na equipe brasileira. Não penso nem um pouco em um prêmio individual. Meu pensamento único é vencer o hexa, tocar o troféu, beijá-lo. Quero marcar meu nome na história da Seleção", disse.