Governo dos EUA desaconselha americanos a irem à Copa

Portal Terra

WASHINGTON - O Departamento de Estado americano alertou seus cidadãos que moram na África do Sul ou que estão viajando para lá sobre os riscos de terrorismo e crime no país africano. A sede da Copa do Mundo tem uma taxa de 50 homicídios por dia.

Segundo o departamento, "há um alto risco de que grupos extremistas conduzam atos terroristas dentro da África do Sul em um futuro próximo". Embora admita não possuir alguma informação específica sobre algum grupo que eventualmente esteja planejando um ataque, o governo americano lembrou que um grande número de ameaças "apareceu na mídia nos últimos meses".

Entre os países participantes da Copa do Mundo, os EUA formam aquele que mais vendeu pacotes turísticos para a Copa. Segundo informações do site sul-africano Sport 24, os americanos já compraram 160 mil ingressos para os jogos do Mundial, liderando a lista de procura à frente de torcedores alemães e ingleses.

O Departamento de Estado dos EUA ainda aconselhou seus cidadãos a manter as portas e as janelas dos carros fechados enquanto andem pela África do Sul e a não portar objetos de valor ou utilizar joias caras. O órgão ainda alertou para o "pobre desenvolvimento" do sistema de transporte público da África do Sul, indicando que os turistas americanos devem alugar veículos.