Presidente deixa permanência de Adriano nas mãos do jogador

Portal Terra

RIO DE JANEIRO - O contrato do atacante Adriano com o Flamengo acaba no dia 31 de maio e o jogador desfalcará o clube, se avançar à semifinal da Copa Libertadores, caso não renove. No embarque da delegação para enfrentar a Universidad de Chile na quinta-feira, a presidente Patrícia Amorim disse em entrevista à Rádio Brasil que a permanência depende apenas da vontade do atleta.

"Um jogador da qualidade do Adriano depende mais dele querer ficar do que o clube ter intenção",afirmou Patrícia, que explicou que as negociações para a renovação dos atletas estão bem encaminhadas. "Todos os jogadores que tem contrato que vencem estamos conversando. Alguns avançaram um pouco mais do que outros. Se eles quiserem ficar a gente consegue viabilizar. Sempre quis mostrar isso", concluiu.