Fifa termina vistoria da última cidade brasileira em 1ª etapa

Marcele Facchinetti, Portal Terra

SALVADOR -

Acabou na tarde desta quarta-feira a vistoria técnica às obras do Estádio da Fonte Nova, em Salvador (BA), realizada por uma equipe do Departamento de Estádio do Comitê Organizador Local da Copa do Mundo de 2014. A capital baiana foi a última cidade a receber a comitiva da Fifa, entidade diretora do futebol mundial.

A comitiva, formada pelos arquitetos Carlos de La Corte, Tiago Pelakauskas e Izabela Hassek, e pelo fotógrafo Eduardo Martino, começou a visita por volta das 9h15 percorrendo diversas instalações. Após a vistoria e de conhecerem o projeto do novo estádio, a equipe se reuniu a portas fechadas com integrantes dos governos do estado e do município e por engenheiros do Consórcio OAS/Odebrecht.

De acordo com o secretário do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte, Nilton Vasconcelos, que concedeu entrevista coletiva após a reunião, que durou cerca de duas horas e meia, a vistoria foi muito positiva e a equipe da Fifa se mostrou muito satisfeita com o andamento do trabalho realizado na Bahia. "Eles se mostraram bem satisfeitos pelo comportamento do estado que está seguindo diante do cronograma. Apontaram que estamos cumprindo todas as etapas, mas que não podemos perder o foco. Que isso é o mais importante", declara Nilton Vasconcelos.

O secretário adiantou também que a comitiva se mostrou aberta a uma possibilidade da Bahia sediar a Copa das Confederações em 2014, caso continue atendendo ao cronograma. "Eles nos falaram que o nosso estado tem grandes chances de receber a Copa que antecede a Copa do Mundo. Acreditam que se estivermos nesse ritmo, cumprindo todas as fases, estamos preparados para realizar o evento", comemora.

Sobre a demolição do estádio atual para o início das obras do novo projeto, desenhado pelo o arquiteto paulista Marc Duwe, Nilton Vasconcelos disse que ainda falta a licença de demolição, que segundo ele, a prefeitura de Salvador tem expectativa de liberar na próxima semana. "Essa fase de licenciamentos é naturalmente demorada", justificou.

Na próxima semana, também, deverá ser encaminhado para a CBF e para o BNDS, a aprovação do projeto do novo estádio. "Os ajustes solicitados pela Fifa foram poucos, mais voltados para os acessos".