Craque da Universidad de Chile prega respeito ao Flamengo

JB Online

DA REDAÇÃO - Antes de chegar ao Chile, onde fará a 'partida do ano', o Flamengo já deixou claro que está confiante para enfrentar o Universidad de Chile, nesta quinta-feira (20.05), às 22h15 (horário de Brasília), no Estádio Santa Laura. E a mística rubro-negra de crescer nos momentos adversos parece ter atravessado fronteiras. No adversário chileno, os jogadores, apesar da vitória no jogo de ida, no Maracanã, por 3 a 2, não cantam vitória antes do tempo.

Destaque da La "U" na competição, o meia argentino Walter Montillo acredita que nenhum de seus companheiros entrarão em campo tranquilos. De acordo com ele, todos estarão atentos, já que o Flamengo merece respeito e conseguiu a classificação nas oitavas diante do melhor time da primeira fase, o Corinthians.

"A disputa está em aberto ainda. Vencemos o primeiro confronto, mas ainda temos outro jogo nesta quinta. Temos uma vantagem, mas o Flamengo já deixou para trás o Corinthians, o melhor time da primeira fase, e merece respeito. Ninguém aqui acredita que já estamos classificados", afirmou Montillo.

Ciente de que o Universidad de Chile não pode repetir a má atuação que teve no segundo jogo das oitavas de final, diante do Alianza Lima, Montillo alerta para o poderio de ataque rubro-negro.

"Não podemos jogar pensando em empatar ou perder de 1 a 0. Com esses resultados, passamos de fase, mas é perigoso. Não podemos começar o jogo com o time todo atrás, na defesa. Sabemos que o Flamengo possui muitos jogadores de qualidade e que eles virão com tudo para tentar reverter o resultado do primeiro confronto. Contra o Alianza, perdíamos rapidamente a bola e eles pressionavam nossa defesa. Contra brasileiros, isso nunca pode acontecer. Eles não perdoam. Se tomarmos um gol no primeiro tempo, ficará complicado. Vamos entrar para ganhar", analisou o meia argentino.

Informações - site oficial do Flamengo