Fernandão brilha em estreia e São Paulo vence no Mineirão

Portal Terra

BELO HORIZONTE - O São Paulo deu um grande passo rumo à semifinal da Libertadores da América ao bater o Cruzeiro por 2 a 0 em pleno Mineirão, nesta quarta-feira. Estreante da noite, o atacante Fernandão não deixou sua marca, mas foi decisivo.

O experiente jogador, recém-chegado do Goiás, participou do início da jogada do primeiro gol da equipe paulista, marcado por Dagoberto, aos 23min do primeiro tempo. Já aos 20min da etapa final, deixou Hernanes na cara do gol para ampliar com um lindo passe de calcanhar.

Com o resultado, o time tricolor pode até perder por um gol de diferença no jogo de volta das quartas de final, na próxima quarta-feira, no Morumbi, que segue na briga pelo tetracampeonato continental. Além disso, se vinga do rival, seu algoz nas quartas da Libertadores do ano passado.

Cruzeiro e São Paulo fizeram um primeiro tempo equilibrado, com as duas equipes em postura cautelosas no início. Os donos da casa tiveram a primeira grande chance aos 9min. Henrique desviou de cabeça após escanteio e Rogério fez grande defesa. Mas foi o time tricolor quem abriu o placar. O estreante Fernandão fez o pivô e tocou para Marlos, que cruzou para Dagoberto só estufar as redes.

Após o gol, o Cruzeiro tentou pressionar, mas a zaga são-paulina, mesmo sem Miranda, poupado após a morte de sua irmã, se mostrou consistente. A torcida azul no Mineirão só levantou no início da etapa final, quando Thiago Ribeiro bateu forte no canto e viu Rogério espalmar. Em seguida, Adílson trocou Diego Renan por Guerrón e deu novo ânimo na frente. Mas o São Paulo, mais uma vez, foi fatal quando teve a oportunidade.

Aos 20min, Fernandão apareceu muito bem novamente, dando passe preciso de calcanhar para Hernanes após ficar com sobra da defesa. Com calma, o camisa 10 dominou na área e colocou no canto de Fábio. Se o novo reforço resolveu na frente, Rogério foi decisivo atrás, saltando para evitar gol de Kleber. Quando o goleiro foi batido, Junior Cesar fez as vezes de salvador, tirando a bola quase em cima da linha após chute de Guerrón.

Já aos 30min, o Cruzeiro enfim balançou as redes. Thiago Ribeiro acertou belo chute após corta-luz de Gilberto. Mas o árbitro assinalou impedimento do atacante celeste e anulou o gol. Pouco depois, Gilberto, que teve participação discreta um dia após ser convocado por Dunga para a Copa, deu lugar a Roger. Pelo lado paulista, Fernandão, reclamando de dores, foi substituído por Washington.

A equipe mineira foi só pressão nos minutos finais. Mas a prova de que a noite era mesmo do São Paulo veio aos 38min. Roger ficou com a sobra após bate-rebate na área e chutou cruzado. A bola bateu nas duas traves de Rogério Ceni e não entrou. O time de Ricardo Gomes segurou a pressão a partir daí e deixou o Mineirão com uma importante vantagem na bagagem.