Convocação pode render até R$ 3 mi em patrocínios, diz agente

Portal Terra

RAFAEL THOMÉ - A Copa do Mundo, palco dos grandes craques, é o evento que mais capitaliza verbas para os envolvidos com o esporte. Na edição de 2010, por exemplo, a Fifa vai pagar um prêmio de U$ 30 milhões (R$ 53,5 milhões) ao vencedor do torneio.

Participar de uma Copa não só coloca o jogador na história do futebol, como pode garantir o futuro de sua família. Além do prestígio, um atleta deve ganhar muito com sua imagem.

"Uma convocação muda muito a valorização do passe de um jogador. Da própria marca da chuteira eles já ganham um bônus considerável", conta Wagner Ribeiro, empresário de futebol.

Os jogadores que não forem à Copa do Mundo deverão deixar de ganhar cifras milionárias. Ronaldinho, Adriano, Vagner Love e Fred, que já tiveram passagem pela Seleção Brasileira, não terão a mesma facilidade para fechar contratos com patrocinadores como Robinho e Luis Fabiano.

"Eu me lembro que na última Copa, que fechei contrato do Robinho com o banco Santander e a Vivo", contou o empresário. "Fechando dois ou três contratos de patrocínio, um jogador pode receber cerca de R$ 3 milhões", complementou.

Não bastassem os valores ganhos com a imagem, cada jogador deverá receber "um bicho de US$ 300 mil (R$ 535 mil), caso sejam campeões", disse Wagner.