Copa: barrados, Totti, Van Nistelrooy e Benzema se juntam a Adriano

Jornal do Brasil

DA REDAÇÃO - Adriano não será o único craque a assistir à Copa do Mundo pela TV. Fora da lista de Dunga o atacante do Flamengo sequer foi relacionado entre os sete suplentes , o jogador sente na pele a mesma dor de outros ídolos a um mês do Mundial. Além do Imperador, os olhos que estarão voltados para a África do Sul não vão ver o holandês Ruud Van Nistelrooy, o italiano Francesco Totti e o francês Karim Benzema todos preteridos por seus treinadores.

Como já havia anunciado, o técnico da Itália, Marcello Lippi, não apresentou surpresas na lista dos 30 jogadores da Azzurra. Houve, sim, as ausências de Totti e Luca Toni, ambos da Roma, campeões mundiais em 2006, na Alemanha. Assim como no Brasil, a torcida italiana pediu a convocação de Totti. Lippi, por sua vez, repetiu Dunga, deixando o craque de fora.

Na Holanda, o treinador Bert van Marwijk também não cedeu à pressão por Ruud Van Nistelrooy. O atacante, que havia se aposentado da seleção após a Eurocopa de 2008, demonstrou arrependimento e pediu uma chance. Em vão. O atacante do Hamburgo, da Alemanha, não foi relacionado nem entre os 30.

Dou os parabéns a Ruud. Ele fez grandes esforços para merecer ser convocado. Mas ficou parado por muito tempo por causa de seus problemas no joelho justificou Van Marwijk.

Nem com apelo de prostituta

O polêmico técnico da seleção da França, Raymond Domenech, causou surpresa ao divulgar sua lista com os 30 jogadores que irão à África. O atacante Benzema, a terceira maior contratação do Real Madrid em 2010, ficou fora da relação.

O jogador havia se envolvido em um escândalo sexual com Ribéry, Govou e a prostituta Zahia Dehar. Para impedir que o episódio prejudicasse a passagem dos jogadores pela seleção, ela publicou uma carta aberta na revista L'Express pedindo que o treinador não leve em conta, no momento de sua escolha, o que aconteceu entre os atletas e ela. Dos três, apenas Benzema não foi chamado.