Me arrependo ter anunciado ser torcedor do Flamengo, diz Ronaldo

Portal Terra

SÃO PAULO - Eliminado da Libertadores da América pelo time do coração na última quarta-feira e alvo de críticas por parte da torcida do Corinthians e da imprensa esportiva, Ronaldo mostrou nesta segunda que ainda sofre com a queda alvinegra naquela que era a prioridade do clube no ano em que comemora o centenário de sua fundação. Em entrevista na capital paulista, o camisa 9 admitiu que ainda está abalado com a classificação do Flamengo às quartas de final e disse estar arrependido de ter anunciado que era torcedor do time da Gávea até a polêmica transferência ao Parque São Jorge, em dezembro de 2008.

Em lançamento de um Twitter pessoal em parceria com uma empresa de telefonia para comentar a Copa do Mundo da África do Sul, o maior artilheiro da história dos Mundiais afirmou que a desclassificação e o fim do sonho corintiano não se tornam ainda mais traumáticos por ser justamente a equipe que mais tem lhe causado dor de cabeça fora dos gramados. "A derrota foi difícil independente do time que me eliminou. Eu me arrependo de ter anunciado um dia que era torcedor do Flamengo", disse Ronaldo, mostrando certa irritação".

"Ninguém consegue entender que um dia eu fui criança e tinha um time do coração. Isso é um absurdo. Isso mudou, acabou, e hoje eu sou Corinthians. Visto a camisa do Corinthians a cada momento da minha vida. Os outros clubes não tenho como defendê-los. A minha dor vem pela derrota e não pela classificação do time adversário", disse o camisa 9, autor de um dos gols da vitória alvinegra por 2 a 1 sobre o Atlético-PR neste domingo, no Pacaembu, na estreia das equipes pelo Campeonato Brasileiro.

Criticado pelas fracas atuações e uma suposta falta de compromisso nesta temporada, Ronaldo desabafou na última quinta-feira, um dia depois da eliminação na Libertadores. Nesta segunda, ele repetiu o discurso e afirmou que os jogadores sofrem na mesma intensidade que os torcedores. "Eu sofro isso na pele. As marcas acompanham o jogador, o artista, pela função dele. Agora mesmo eu sofri uma grande decepção. Sofri como qualquer torcedor ou mais. Nós, jogadores, mais do que ninguém, sofremos com isso. Também temos sentimento".

Ainda questionado sobre a motivação para continuar nos gramados após faturar os principais títulos no futebol mundial, Ronaldo descartou planos de aposentadoria e garantiu que ainda se "diverte" na profissão, antes de citar, de forma bem humorada, os problemas de relacionamento com a imprensa. "Eu me divirto muito jogando. Mas jogar futebol ou qualquer esporte em alto nível é muito desgastante. Mas quando faltar isso (diversão) eu penduro as chuteiras", afirmou.

"Estou acostumado com vocês (jornalistas). Estou bem preparado. É uma faculdade esse convívio", disse, aos risos.conviver com vocês. O público pessoalmente, que é puro, quer saber sobre futebol, as promoções, que vão ter várias", disse, brincando mais uma vez.