Federer diz que gosta de dividir emoções com o público

Portal Terra

ESPANHA - Na capital espanhola, para defender o Masters de Madri, o tenista suíço Roger Federer declarou ao jornal espanhol El País que não conseguiu controlar as emoções ao conquistar seu primeiro título em Roland Garros, em 2009, contra Robin Soderling. O suíço contou que poderia ter se escondido sob uma toalha, mas não havia toalhas na cerimônia de entrega dos troféus, o que, segundo ele, também não seria muito bonito. Mas revelou que prefere dividir momentos como este do que passá-los sozinho e que ficou muito feliz por dividí-los com o público.

Sobre a possibilidade de uma segunda conquista em Roland Garros, desta vez, sob seu maior rival, o espanhol Rafael Nadal, Federer disse que teria uma outra sensação. Para o tenista, nenhum outro grande título será como o primeiro, já que ele se preparou desde as pré-temporadas, em fevereiro, para disputar as semifinais do torneio, que seria só em maio.

O tenista ainda revelou que sempre passa pela sua cabeça uma decisão contra o espanhol, mas que não é possível escolher quem será o adversário. Federer acredita que ele e Nadal tem uma longa carreira pela frente e espera ter mais oportunidades de enfrentá-lo na Phillipe Cartier.