Presidente da Ferj apura falta de socorro a jogador do Mesquita

JB Online

RIO - O volante Fred, do Mesquita, morreu sábado, após passar mal em campo na partida contra o Cabofriense, pela Série B do Campeonato Carioca. O jogador foi transferido para o hospital, mas não resistiu. A causa da morte foi parada cardíaca.

O presidente da Federação de Futebol do Rio, Rubens Lopes, recebeu denúncias do técnico do mesquita de que não havia socorro adequado e que por isso Fred morreu. Rubinho prometeu abrir inquérito para apurar as causas.

A morte:

Aos 33 minutos do primeiro tempo, Fred caiu sozinho em campo. Ele foi imediatamente atendido pelo médico Carlos César, responsável pela ambulância no estádio. O volante foi transferido para o Hospital Central de Emergência de Cabo Frio, mas morreu. Segundo o médico, Fred sofreu isquemia, recebeu oxigênio, voltou a respirar, mas sofreu parada cardíaca.

Fred tinha 26 anos. Ele disputou a divisão de elite do Carioca deste ano com a camisa do América, transferindo-se, em seguida, para o Mesquita, que joga na Segundona.