Inter vence, mas Roma adia decisão da taça para última rodada

Portal Terra

DA REDAÇÃO - A Inter de Milão recebeu o Chievo precisando de uma vitória, aliada à Roma não ganhar sua partida, para confirmar o título italiano com uma rodada de antecedência. A equipe de José Mourinho fez sua parte, 4 a 3 em jogo com dois gols contra e outros belos tentos. Entretanto, o adversário da capital italiana frustrou as ambições interistas ao derrotar o Cagliari de virada por 2 a 1.

Em Milão, quem saiu na frente foi o Chievo. Aos 11min do primeiro tempo, a bola foi cruzada na área e, em meio a grande confusão, resvalou entre Samuel e Thiago Motta, indo para o gol - que foi creditado como contra do zagueiro argentino. A Inter nem teve tempo de se preocupar com o placar adverso: logo depois, aos 13min, Eto'o fez belíssima jogada e cruzou. Mantovani estava no meio do caminho, e acabou desviando para a própria meta, em mais um gol contra.

Aos 34min, o lateral brasileiro Maicon cruzou bem para Cambiasso. O argentino ajeitou de perna esquerda, no canto inverso, sem chances para o goleiro Sorrentino, virando o jogo. Ainda no primeiro tempo, aos 39min, o atacante argentino Milito recebeu passe fora da área e percebeu o arqueiro adversário um pouco adiantado. Deu lindo toque por cobertura e ampliou para 3 a 1.

Na segunda etapa, apesar de aparente domínio da Inter, o jogo ficou mais disputado. Aos 7min, Balotelli recebeu ótimo lançamento longo de Maicon, ficando cara a cara com Sorrentino. O jogador, assim como Milito, chutou encoberto e marcou mais um.

O Chievo começou a diminuir a vantagem interista aos 15min, com Granoche. Aos 29min, Pellissier arriscou de fora da área, e contou com colaboração do goleiro brasileiro Júlio César para marcar: 4 a 3. A partir de então, a Inter voltou a acordar no jogo, e dominou as jogadas até o apito final.