Jogador do Pumas é assassinado com tiro na cabeça

Portal Terra

CIDADE DO MÉXICO - O jogador do Pumas, Guillermo Ademir Meza, de 21 anos, foi assassinado com um tiro na cabeça quando tentava evitar o roubo de seu carro próximo das instalações do clube mexicano, informou nesta sexta-feira a Procuradoria Geral de Justiça da Cidade do México.

Segundo a versão oficial, os supostos assaltantes seguiram o jogador em um táxi. Após uma discussão, um deles atirou na nuca de Guillermo. "Não sabemos os detalhes. Era um menino disciplinado e muito correto", disse Mario Trejo, diretor esportivo do Pumas.

O atacante, que completaria 22 anos na próxima semana, é o quarto crime violento no futebol mexicano nesta semana. Na última terça-feira, dois treinadores de futebol e a esposa de um deles, com oito meses de gravidez, foram assassinados em Ciudad Juárez, no Norte do México. Na mesma cidade, no domingo passado, três torcedores foram mortos, assim como cinco pessoas morreram em um campo de futebol amador em Acapulco cinco jogadores de futebol amador em Acapulco.