Conselheiros corintianos culpam Mano pela eliminação

Portal Terra

SÃO PAULO - Nesta última quinta-feira, no Parque São Jorge, conselheiros corintianos estavam indignados. Segundo o jornal Folha de S. Paulo, o alvo principal foi Mano Menezes. Os dirigentes questionaram a entrada do volante, recém-contratado, Paulinho, no jogo contra o Flamengo, válido pelas oitavas de final da Copa Libertadores. Eles não entendiam como o técnico, precisando fazer gols para conseguir a classificação, não colocou outro atacante na partida. Na avaliação dos conselheiros, Mano é o culpado pela eliminação, o técnico teve tudo o que pediu e não conseguiu fazer o time jogar como deveria.

Fracassado o sonho da Libertadores no ano do centenário, a diretoria do Corinthians agora olha para o bolso. Cartolas do clube já se mostraram preocupados com o balanço do final do ano, afirmam que a conta de 2010 não vai fechar. Pelos cálculos, o time alvinegro deixou de ganhar, com as saídas precoces do Campeonato Paulista e da Copa Libertadores, algo em torno de R$ 22 milhões. Agora, declaram, faltarão recursos para tocar obras importantes, como a do CT do Parque Ecológico. A avaliação no clube é que o Corinthians deve recorrer com mais frequência aos temidos empréstimos bancários para pagar as contas. O time paulista estreia no Campeonato Brasileiro contra o Atlético-PR, no próximo domingo, 9 de maio, às 16h, no Estádio do Pacaembu.