Gigante vence e pode ser segundo rival de Bellucci

Portal Terra

ROMA - O segundo adversário de Thomaz Bellucci no Masters 1000 de Roma pode ser um homem de 2,05 m. Caso passe pela estréia desta terça-feira, quando enfrenta o argentino Leonardo Mayer, o brasileiro cruzará com o americano John Isner, que nesta segunda superou batalha de 2h36 com outro argentino, Horacio Zeballos: 2 sets a 1, com parciais de 4/6, 7/6 (7-5) e 7/5.

Especializado em quadras duras, Isner obteve contra Zeballos sua primeira vitória no saibro nesta temporada. Antes, havia caído contra os sérvios Novak Djokovic e Viktor Troicki pela Copa Davis e ante o belga Xavier Malisse no ATP 250 de Houston.

Para consegui-la, o americano teve de manter a calma no tie-break do segundo set, em que ficou perto da derrota, e precisou de muita paciência para quebrar o serviço do rival. Antes de finalmente ceder no 11º game da terceira parcial, o argentino havia salvado todos os nove break points encarados.

Mesmo no piso lento, o gigante cravou 20 aces e ganhou 82% dos pontos nos quais encaixou o primeiro saque. Assim, só foi quebrado uma vez em todo o jogo, no primeiro set.

Classificado à segunda rodada em Roma, Isner agora espera para encontrar Bellucci pela segunda vez na carreira - a primeira foi no qualificatório de Auckland, em 2009, quando o americano ganhou uma maratona por 6/3, 5/7 e 7/6 (7-3).

O brasileiro, que pode dar o troco em uma superfície que lhe é favorável, tem primeiro de passar por Mayer. Dono da 63ª posição do ranking, o argentino passou pelo quali e desafiará o 28º colocado da lista nesta terça.

No retrospecto da ATP, vantagem para Bellucci, que triunfou na quadra dura de Estocolmo, em 2009. Dois anos antes, porém, ele havia sido derrotado em embate sul-americano realizado no saibro do Challenger de Cuenca.