Gaúchos enfrentam mau tempo para ver o Gre-Nal decisivo

Portal Terra

PORTO ALEGRE - O tempo permanentemente nublado e a chuva fina que caiu sobre Porto Alegre no início da tarde não impediram que os torcedores começassem a chegar desde cedo ao Beira-Rio para garantir lugar no primeiro Gre-Nal decisivo do Campeonato Gaúcho, hoje, às 16h.

Assíduo personagem de jogos no Beira-Rio e com nome sugestivo para um domingo chuvoso, Noé Melo Fernandes, o "Gaúcho do Beira-Rio", com sua longa e bíblica barba, não se abalou com o céu cor de chumbo e saiu do Belém Velho, bairro distante do Centro, para acompanhar a decisão. Desde o início da tarde, perambulava pelo entorno do estádio. "Além de salvar os bichos, hoje eu quero é ganhar do Grêmio", brincava.

Quem também não se sente nada desconfortável com o mau tempo são os vendedores de capas e guarda-chuvas. Elisabete Santos da Silva, que chegou no estádio por volta das 13h, pretendia vendedor no mínimo 100 capas de chuva, a um preço único de 5 reais. "Como é decisão, o pessoal não se importa e vem com chuva mesmo".

Além dos colorados, que chegavam em número expressivo para o jogo, os gremistas também enfrentaram as ruas molhadas para empurrar o Tricolor dentro da casa do adversário. Por volta das 14h, a Polícia Militar interrompeu o trânsito para a chegada dos tricolores, que percorreram os cerca de dois quilômetros que separam os dois estádios cantando na chuva.