Atlético-MG vira sobre Ipatinga e amplia vantagem em final

Portal Terra

BELO HORIZONTE - Foi difícil, mas o Atlético-MG conseguiu ampliar a vantagem que já tinha nas finais do Campeonato Mineiro. Em um belo jogo, o time de Vanderlei Luxemburgo contou com a estrela de Muriqui para vencer o Ipatinga por 3 a 2, no primeiro jogo da final da competição. Agora, o Atlético pode perder por um gol de diferença no Mineirão, no próximo domingo, e ainda assim irá garantir o título estadual, que não vem desde 2007.

O Ipatinga tentou surpreender o Atlético ao pressionar desde o apito inicial. No entanto, foi o time de Belo Horizonte que criou a primeira boa chance, aos 2min. Após passe de Muriqui, Diego Tardelli fez o corta-luz e Correa chutou rente à trave.

No entanto, o Ipatinga não se intimidou e logo passou a incomodar o goleiro Aranha. O camisa 1 atleticano fez duas defesas impressionantes em sequência. Primeiro, Leanderson pegou bem na bola da entrada da área e o arqueiro espalmou para escanteio. Logo depois, aos 10min, Danilo Dias recebeu por trás da zaga e chutou colocado, exigindo outra intervenção de Aranha.

No terceiro lance de perigo, porém, o Ipatinga conseguiu furar o bloqueio rival. Aos 11min, Fabiano cabeceou contra as próprias redes depois de cobrança venenosa de escanteio. Com o gol, o time do interior mineiro estava invertendo a vantagem das finais do campeonato.

A partir daí, o jogo ficou aberto e bonito no Ipatingão, com as duas equipes criando chances claras de gol. Aranha seguiu evitando gols para o Atlético-MG. Do outro lado, Douglas também fazia boa partida, até que um pênalti infantil em cima de Correa possibilitou o empate do time treinado por Vanderlei Luxemburgo. Aos 29min, Diego Tardelli bateu bem e igualou o placar.

Melhor tecnicamente, o Atlético viu a chance da virada e não decepcionou sua torcida, que esteve em grande número no Ipatingão. No segundo tempo, o time começou em ritmo alucinante, comandado pela dupla Muriqui/Diego Tardelli. Logo no primeiro lance da segunda etapa, Tardelli soltou a bomba, Douglas fez grande defesa e, na sobra, Muriqui chutou em cima do zagueiro Max.

Aos 6min, não teve jeito. Após outra boa tabela da dupla, Tardelli rolou para Muriqui, que deu uma finta de corpo em Max e finalizou rasteiro, no canto esquerdo de Douglas.

O Atlético-MG poderia ter matado a decisão a partir dali, mas Vanderlei Luxemburgo preferiu se resguardar ao tirar o meia Fabiano para a entrada do volante Jonílson. O castigo veio aos 28min. Luizinho cobrou falta pela ponta esquerda, ninguém desviou e a bola entrou mansa no canto esquerdo de Aranha.

O empate parecia satisfatório para os dois times. No entanto, o destaque do jogo entrou em ação novamente. Depois de um chute errado de Júnior, Muriqui desviou para o fundo das redes e fez 3 a 2 para o Atlético, aos 38min. O time segurou o resultado como pôde e saiu de Ipatinga com uma vantagem ainda maior para conseguir o título mineiro no próximo domingo.