Andrade pode ser demitido mesmo vencendo o Caracas

Jornal do Brasil

RIO - A vida de Andrade à frente do comando técnico rubro-negro está perto do fim. Se não conseguir a classificação para as oitavas de final da Taça Libertadores quarta-feira, no Maracanã, às 21h50, contra o Caracas, o atual campeão brasileiro dificilmente continuará no cargo. A derrota para o Botafogo na final da Taça Rio apenas antecipou uma situação que se torna insustentável a cada dia na Gávea. Sem o respaldo de parte da diretoria e de parte dos jogadores, Andrade só é o treinador ainda porque sua demissão não foi aprovada pela presidente Patrícia Amorim às vésperas de um jogo tão importante quanto o de quarta-feira. O Flamengo precisa de uma vitória por dois gols de diferença para praticamente garantir vaga na semifinal (só seria eliminado com uma combinação muito improvável nos jogos de quinta-feira).

Em um momento tão difícil, até o amigo e ídolo Zico apareceu ontem no treino para dar apoio ao treinador. Ele, claro, criticou a pressão sobre o técnico e lembrou da dura vida de treinador - Zico foi demitido do comando do Olympiacos, da Grécia, no ano passado.

Se eu estou aqui é porque fui demitido. Infelizmente, criou-se uma máxima no futebol em que é preciso vencer sempre. As pessoas se esquecem com facilidade do passado - disse o craque.

A permanência do treinador é improvável até com uma vitória e a classificação para as oitavas quarta-feira. Na avaliação da cúpula do futebol, Andrade já não tem o apoio dos jogadores - os mesmos que pediram sua efetivação no ano passado e que contribuíram para a conquista do hexacampeonato.

O problema maior é que Andrade não é o único na berlinda quarta-feira. Até mesmo o departamento de futebol corre sério risco de ser desmontado se o time patinar logo mais. Diretores remunerados como Eduardo Manhães e Isaías Tinoco foram muito criticados nos últimos dias por não se posicionarem nos recentes episódios de indisciplina de alguns jogadores. Um exemplo foi a briga entre Petkovic e Bruno, no Chile, no intervalo da derrota para o Universidad Católica. Coube a Andrade decidir se haveria medidas e punições para os jogadores. Por isso, até o vice de futebol Marcos Braz não tem o mesmo prestígio do fim do ano passado.

Sem a vaga para as fases eliminatórias da Libertadores, a permanência de Adriano e Vagner Love no time fica comprometida. Ambos só têm contrato até o meio do ano e dificilmente continuarão se o time não estiver classificado.

Fator Joel Santana

Se o treinador atual não agrada parte do elenco principalmente quem não tem atuado como titular , há um nome muito bem visto tanto pela diretoria quando jogadores. É o de Joel Santana, campeão carioca com o Botafogo. O treinador tem até o fim do mês para dizer se continua como técnico do alvinegro. Seu contrato tem vigência até 31 de dezembro e uma cláusula para ser renegociado no dia 31 de maio. Até essa data, o técnico e o clube são livres para romper o compromisso sem qualquer ônus. Depois, a multa é equivalente a um mês do salário do técnico, em torno de R$ 180 mil. Na Gávea, todos esperam que Joel Santana faça uma peça um valor superior ao que o clube de General Severiano ofereceria, dificultando a renovação.

Ontem, Joel Santana participou do programa Globo Esporte e deu a entender que só foi contratado pelo Botafogo por indicação.

Eu não era o preferido. Havia dois na frente, mas aconselharam o presidente a contratar uma pessoa que conhecesse o Rio e conseguisse lidar com a pressão. Avisaram que o Joel estava de bobeira - disse o técnico.

>> Súmula

Flamengo: Bruno; Leonardo Moura, David, Ronaldo Angelim e Juan; Maldonado, Willians, Michael e Vinícius Pacheco; Adriano e Vagner Love.

Técnico: Andrade.

Caracas: Renny Vega; Pablo Camacho, Jaime Bustamante, Alejandro Cichero e Gabriel Cichero; Franklin Lucena, Edgar Jiménez, Jesús Gómez e Darío Figueroa; Zamir Valoyes e Rafael Castellín. Técnico: Ceferino Bencomo.

Local: Maracanã.

Horário: 21h50.

Arbitragem: Jorge Larrionda, auxiliado por Pablo Fandiño e Mauricio Espinoza, todos do Uruguai.

Transmissão: Globo.