Joel Santana recebe homenagens alvinegras de todos os lados

Tiago Leite, Jornal do Brasil

RIO - Depois de conquistar seu sétimo título carioca oito na contagem dele , Joel Santana só pensa em comemorar. Nem mesmo a indefinição sobre o futuro, já que seu contrato com o Botafogo termina em maio, preocupa o treinador. Ao acordar novamente como campeão, O Rei do Rio pôde sentir mais de perto os sentimentos de carinho e gratidão dos torcedores alvinegros.

Acordei cansado, mas muito feliz. A gente sofre muito quando perde, às vezes custa até o emprego. Por isso, quando ganhamos temos que comemorar disse Joel, no aeroporto Santos Dumont, antes de embarcar para São Paulo.

Joel mostrou tranquilidade quanto ao seu futuro. Ele pretende sentar com a diretoria e conversar sobre a renovação.

Não estou preocupado com isso. O Rio, a torcida e o presidente estão comigo. Se tiver que continuar, tudo bem. Caso contrário, vou descansar e assistir à Copa. A decisão que for tomada será a certa. Agora eu quero é curtir, mas sem marra. Quero dar um passeio no calçadão, sentar num quiosque na praia...

O mistério, comum em vésperas de decisões, ainda ronda o treinador. Sem entrar em detalhes, Joel disse que poderá participar da Copa do Mundo de alguma forma. Ele aproveitou para dizer que não guarda mágoas da seleção da África do Sul, que dirigiu até o fim de 2009.

Não houve mágoa com nada. Mas eles devem estar sabendo que fui campeão. A Federação Sul-Africana me convidou para assistir à Copa, mas não vou. Mas tem possibilidade de eu estar lá de outro jeito.

Apesar de não confirmar sua permanência, Joel admitiu que ainda esta semana poderá conversar com a diretoria sobre o planejamento para o Campeonato Brasileiro. O técnico deu a entender que valorizará o grupo campeão estadual.

Como posso falar de reforços neste momento, tendo jogadores que saíram da lama para um título? Vamos analisar com calma. Nosso elenco é grande, tem 37 jogadores. A partir de quinta ou sexta-feira vamos trabalhar nesse sentido.

Enquanto caminhava no aeroporto, Joel recebia cumprimentos e muitos pedidos de autógrafo. Ele comentou sobre o carinho até de torcedores de outros times.

Já passei por todos os times e acho legal ser reconhecido. Estou recebendo telefonemas de presidentes de outros clubes. Isso mostra que deixei amizades onde passei. comentou o treinador, agradecendo especialmente à torcida alvinegra. Esse título é do maior patrimônio do clube: a torcida.

Um dos torcedores mais entusiasmados com a presença de Joel foi o alagoano José Dilson, de 49 anos, que mora em Uberlândia (MG). Ele veio ao Rio para assistir à final e, entre beijos e abraços, carregou a mala do técnico até o check-in.

É muita emoção. Joel é nosso ídolo. Obrigado, Joel! agradecia o alvinegro.

Calçada da Fama

Segunda-feira, a Secretaria de Turismo, Esporte e Lazer confirmou que Joel Santana será homenageado na Calçada da Fama do Maracanã. O espaço dedicado aos jogadores que fizeram história no estádio será estendido também aos treinadores. Joel será o primeiro homenageado.