Andrade minimiza empate e prevê dias melhores

JB Online

RIO - Se o Flamengo tivesse vencido o Universidad de Chile, nesta quinta-feira, teria assumido a ponta da classificação de seu grupo na Copa Santander Libertadores e ficado muito perto da vaga na próxima fase. Mas como o "se" não entra em campo, o time, que apenas empatou com os chilenos, terá que correr atrás dos pontos perdidos fora de casa.

Tal responsabilidade não assusta o treinador Andrade, que conta com a experiência e a vontade do grupo para vencer a partida diante do Universidad Católica, na próxima quarta-feira. O comandante rubro-negro, mesmo triste com o resultado, prefere enaltecer a boa partida realizada pela equipe, principalmente no segundo tempo.

- O jogo teve um gosto amargo. O que era para ser uma virada histórica acabou como uma decepção. Tínhamos tudo na mão e, por um descuido, um momento de desatenção, tomamos o gol no final. Isso acontece no futebol, mas não merecíamos. Sabemos que a vitória nos dava, praticamente, a classificação. Mas não adianta ficar falando que faltou isso, que erramos aquilo. Temos tempo para correr atrás do prejuízo. Vamos buscar o resultado diante do Universidad Católica - afirmou, confiante, Andrade.

E se o Flamengo viverá uma decisão diante da Católica, o outro chileno do grupo, o Universidad de Chile, irá jogar outra partida fora, contra o Caracas. Sabendo o quanto é difícil jogar na capital venezuelana, Andrade já começou a secar.

- A próxima rodada será uma decisão para todos os times do grupo. Nós temos que vencer no Chile, mas o Universidad do Chile, que está em primeiro, joga fora, contra o Caracas. Eles também precisam ter um bom resultado. Nós vamos viajar pensando em fazer o nosso, que é vencer, e torcendo contra eles. Se confirmarmos esse pensamento, trazendo os três pontos, praticamente confirmamos a primeira posição do grupo - disse, analisando o jogo desta quinta.

- No primeiro tempo, criávamos, mas não conseguíamos finalizar. No segundo, com a entrada do Mezenga, continuamos com o controle e finalizando mais. No segundo tempo, o Bruno não fez uma defesa sequer. Eles chutaram uma vez, aos 46 minutos, e empataram o jogo. Se não tivéssemos bobeado, venceríamos - acredita.

Além do empate, outro ponto foi abaixo do esperado, segundo o treinador rubro-negro. Como houve um adiamento e uma mudança de horário, os torcedores não puderam lotar o Maracanã. - A única coisa ruim nesse adiamento foi a falta de torcedores. Temos que agradecer a todos que vieram nos apoiar. No entanto, se não tivesse esse problema com a chuva, provavelmente teríamos casa cheia - encerrou.

Site do Fla