Adilson exalta obediência tática dos jogadores do Cruzeiro

JB Online

BELO HORIZONTE - Após a vitória por 3 x 0 sobre o Uberaba, nesta quarta-feira, no jogo de volta das quartas-de-final do Campeonato Mineiro, o técnico Adilson Batista se mostrou satisfeito com o futebol apresentado pelo Cruzeiro no Triângulo Mineiro. O comandante celeste ressaltou a obediência tática e a garra dos jogadores celestes.

Acho que foi um jogo disputado, acirrado, como tem sido. Na primeira rodada tivemos 30 cartões amarelos e três vermelhos, nesta ainda temos que fazer as contas. Então, são jogos decisivos e mais truncados. Parabéns aos atletas do Cruzeiro. Acho que o objetivo foi alcançado. Agora, vamos ver amanhã qual será o adversário , destacou.

Adilson Batista explicou o sistema de revezamento de jogadores adotado desde a sua chegada à Toca da Raposa II. O treinador afirmou que tudo isso é planejado para que o Cruzeiro consiga disputar duas competições simultâneas em alto nível.

É preciso explicar para o torcedor. Nós temos um planejamento, existe um controle, a fisioterapia, o departamento médico, a conversa com os preparadores físicos e a conversa franca com os atletas. Então, a gente vem fazendo isso pelo terceiro ano seguido. Existe um desgaste e, independentemente da formação, mantemos o sistema. Gostaria que o torcedor compreendesse isso , afirmou.

O comandante celeste ressaltou que está procurando dar ritmo a atletas importantes para que eles possam ajudar a Raposa em um futuro próximo.

Estamos preparando o Fabrício e o Fernandinho, para que eles tenham condições. Agora, temos o Roger também, tínhamos a intenção de usá-lo, mas achei melhor ficar com dois na frente para tentarmos fazer o quarto gol e quase fizemos, no lance do Kleber para o Wellington (Paulista) , observou.

Informações - site oficial do Cruzeiro