Brawn pede esclarecimento da FIA sobre sistema da Red Bull

Portal Terra

REDAÇÃO TERRA - Mentor do difusor duplo que rendeu polêmica durante a temporada 2009 da Fórmula 1, Ross Brawn desconfia de que equipes rivais estejam utilizando artifícios ilegais para ter vantagem em 2010. O chefe da Mercedes pediu que a FIA (Federação Internacional de Automobilismo) esclareça as regras sobre os sistemas, diante das suspeitas de que alguns carros, em especial os da Red Bull, usam um artifício para para rebaixar os carros nos treinos qualificatórios.

Este controle foi banido da Fórmula 1 em 1994, depois de dois campeonatos nos quais a Williams dominou as rivais, levando Nigel Mansell e Alain Prost aos títulos entre os pilotos muito em função de um sistema que percebia as necessidades dos carros em cada pista e os adaptava imediatamente, por meio do computador.

Embora Ross Brawn não tenha feito acusações específicas, rumores no paddock sugerem que a Red Bull teria desenvolvido um sistema semelhante àquela da Williams. Após o treino classificatório deste sábado, quando Sebastian Vettel e Mark Webber brilharam, o chefe da McLaren, Martin Withmarsh, falou abertamente sobre a suspeita, o que a equipe austríaca nega veementemente.

O dirigente da Mercedes admitiu que o carro da Red Bull é muito bom e que não há evidências de que a escuderia venha fazendo algo de errado. Mesmo assim, solicitou que a FIA esclareça as regras e desfaça de uma vez por todas as controvérsias.