Torcida pede raça ao Corinthians e poupa Ronaldo em treino

Portal Terra

SÃO PAULO - A torcida corintiana compareceu em peso no último treino antes do jogo contra o São Paulo, que acontece neste domingo, em partida válida pela 17ª rodada do Campeonato Paulista. Aproximadamente mil torcedores estiveram presentes no Parque São Jorge. O que se viu foi com um misto de cobrança e apoio.

Sob os olhares da torcida, Mano Menezes comandou o treinamento, já com o time titular que deve entrar em campo no clássico. Com Felipe fora da partida, o treinador deve colocar Rafael Santos no gol. Além disso, o técnico surpreendeu e escalou o time com três volantes. Ralf, Jucilei e Elias foram os escolhidos, com Danilo na armação.

No ataque, Dentinho foi escalado para fazer dupla com Ronaldo - Jorge Henrique, que não tem tido atuações regulares, deve começar o clássico entre os reservas. O time titular que treinoi foi o sguinte: Rafael Santos; Moacir, Paulo André, William e Roberto Carlos; Ralf, Jucilei, Elias e Danilo; Dentinho e Ronaldo.

O atacante Ronaldo, que vem em má fase e se envolveu em polêmica após a derrota para o Paulista - fez gestos obscenos para a um torcedor ao deixar a Arena Barueri, na quarta-feira -, não foi cobrado de maneira isolada pelos torcedores. O jogador, que garantiu ter "costas quentes" com a torcida, teve a explicação pelo fato aceita pela massa alvinegra.

Uma faixa com a frase "Vamos jogar com raça. Campeão ou não, tu és minha paixão" foi levada pelos torcedores durante os trabalhos. Com fogos de artifício e bateria, o grupo entoou diversos cantos, comuns durante as partidas da equipe, mas também pediu: "Raça, Timão, você é tradição".

Além disso, satirizaram rivais em alguns momentos, deixando uma sutil ameaça. "Se o Corinthians não ganhar, o pau vai quebrar".

Neste domingo, o Corinthians, em sexto lugar com 26 pontos, enfrenta o São Paulo, que ocupa a terceira colocação e tem 30. O jogo acontece às 16h (de Brasília), no Pacaembu.